Zoodles com molho cremoso de caju

img_32271

Querem uma receita deliciosa, light e extra cremosa? É esta!! Se pudesse comia isto todos os dias. Vegan, sem lactose, sem glúten e com uma versão crua.

Já provei várias receitas de zoodles (a.k.a massa de curgete) e confesso que muitas delas me desiludiram… Sim, é uma ótima alternativa à massa quando queremos cortar os hidratos de carbono, porém se não ficar no ponto e não for bem temperada não sabe literalmente a nada…

Nestas últimas férias em Portugal, resolvi experimentar um restaurante de comida biológica no Estoril, de que tinha ouvido falar (por consideração não vou indicar o nome). Para entradas pedimos umas tostinhas caseiras sem glúten e húmus, que estavam ótimos e como prato principal strogonof de lentilhas e corvina em crosta de sésamo com puré de couve-flor. De uma forma geral posso dizer-vos que nada vinha minimamente temperado (pelo menos para mim) e o strogonof, que era feita com zoodles, esse então não sabia mesmo a nada…

Quando a empregada percebeu que um dos pratos estava quase intacto, perguntou se não tínhamos gostado, ao que respondi: “de facto não porque falta tempero”. Ela retorquiu: “ahh pois, é que os nossos pratos são muito levezinhos em termos de sabor e para quem não está habituado a pratos vegan, é normal que estranhe. Por isso é que colocamos os temperos aqui na mesa, para ajustar no prato”. O Pedro riu-se para dentro, eu sorri e disse à senhora “pois deve ser isso”, já que não valia a pena discordar.

Não vos conto isto com o mínimo intuito de “dizer mal” ou “denegrir” o negócio de ninguém. Muito pelo contrário, é preciso coragem para abrir um espaço ao público e o que se querem são iniciativas que incentivem à alimentação saudável, vegan e biológica. Conto-vos isto porque sei que muitas pessoas acabam por riscar da sua ementa a comida vegan por experiências como esta.

Comida vegan não é de todo sinónimo de comida sem sabor. Já comi refeições vegan deliciosas e já comi refeições com carne e peixe que estavam más. Tudo se resume ao tempero e à confecção, e neste tipo de receitas deve haver um cuidado redobrado. Portanto se da primeira vez não ficaram convencidos, experimentem esta receita e digam-me se mudaram de opinião 😉


Ingredientes: (2 pessoas)

70g de cajus crus (demolhados em água quente pelo menos 2 horas)

2 dentes de alho

1/2 colher de café de cominhos

1 colher de café de paprika

1/4 colher de café de gindungo/piri-piri moído (opcional)

1/2 colher de café de noz moscada

3 curgetes médias

azeite virgem q.b.

flor de sal e pimenta preta em moinho q.b.

ervas frescas à escolha – para decoração (opcional)

Preparação:

Coloque as curgetes no espiralizador e transforme-as em esparguete*. Transfira para um pano de cozinha e esprema até retirar o excesso de água. Dê alguns cortes para facilitar servir depois de prontos. Reserve.

Escorra os cajus e reserve 1/2 copo da sua água. Coloque num robot de cozinha ou liquidificador os cajus e junte a água, paprika, noz moscada, cominhos, gindungo (opcional), alho, um fio de azeite e sal e pimenta a gosto. Triture tudo até conseguir um molho cremoso (por vezes terá que parar e raspar as laterais com uma colher mas não desista).  Se a mistura estiver muito espessa junte-lhe mais um pouco de água  e ajuste os temperos se necessário.Volte a triturar tudo e reserve.

Numa frigideira grande ou wok em lume médio, coloque 1 fio de azeite e os zoodles. Salteie de 2-5 minutos (queremos que fiquem com a consistência al dente pelo que não deverá deixá-los mais tempo). Retire do fogo.**

Sirva os zoodles num prato com a ajuda de  pinças e disponha o molho de caju por cima. Enfeite com um poupo mais de paprika e ervas frescas.

**No caso de não ter espiralizador, pode utilizar um descascador de batatas/vegetais e desfazer as curgetes em tiras largas e muito fininhas. Neste caso não terá zoodles mas sim um pappardelle de curgete, no entanto a confecção e sabor serão os mesmos.

** Para uma versão crua desconsidere este passo e coloque o molho directamente nos zoodles crus.

Nota: utilize de preferência ingredientes biológicos.

Anúncios

One thought on “Zoodles com molho cremoso de caju

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s