Mini cupcakes de chocolate e avelã com chantilly de morango

IMG_5497[2]

Estes são a decadência numa forminha de papel.  A textura é fofa, o sabor a chocolate e avelã é intenso e a cobertura…hmmmm leva-nos ao céu! 

Na minha estadia em Portugal fiz algo que já há muito andava para fazer: um workshop de foodstyling e foodphotography. Saber empratar e fotografar comida é uma arte. Aquelas fotografias que nos fazem crescer água na boca têm muito trabalho por trás. Cada elemento está lá por uma razão e num sítio específico, nada está ao acaso (embora por vezes pareça). É um bocadinho como as pessoas, ninguém acorda com aspeto de “capa de revista”. Há maquilhagem, cabeleireiro, guarda-roupa, iluminação e (last but not least) o photoshop. Em relação à comida é exatamente igual. Há a composição dos pratos, a conjugação das cores, os adereços, a iluminação, truques de “maquilhagem” e também o photoshop, claro.

Porém, acho que podemos dividir o foodstyling em dois níveis: o primeiro tem apenas como objetivo tornar a comida bonita mas mantendo a sua integridade para consumo; o segundo é mais elaborado e tem como objetivo o marketing puro, ou seja, tornar a comida apelativa para uma foto ou anúncio, mesmo que isso signifique que não possa ser consumida de seguida. Neste último vale tudo: espuma de barbear a fingir de chantilly, gelados falsos, cola para manter os elementos do prato juntos, enfim o céu é o limite. Mas a mim interessa-me o primeiro nível: como tornar os pratos mais bonitos, quais os melhores ângulos, luz e composição para fotografar um prato, etc.

A internet é um ótimo meio de comunicação, mas limita-nos apenas a dois sentidos: a visão e audição. Por isso, quando falamos de comida neste meio, uma foto tem que valer bem mais do que mil palavras. Tem que valer mil cheiros, mil sabores e mil texturas. E posso dizer-vos que aprendi imenso neste workshop, especialmente em termos de fotografia (algo que eu não domino de todo). Só espero agora conseguir por tudo em prática (vocês logo me dirão…). Deixo-vos no entanto algumas promessas: tudo o que eu coloco aqui no blog são pratos e receitas reais, criadas, cozinhadas e fotografadas por mim, sem truques mirabolantes. É comida natural, do dia a dia, feita na minha cozinha, empratada por mim e, a partir de agora, um bocadinho mais bem fotografada (espero eu!).

Neste workshop uma das composições que fotografei foi com cupcakes de chocolate e desde aí fiquei com a ideia de criar uma versão mais saudável, sem açúcar refinado, lactose ou glúten. Assim que cheguei a Luanda pus mãos à obra, et voilá. Fiz miniaturas para o peso na consciência ser menor de cada vez que como um!! Ahahaha. Espero que gostem.


Ingredientes: (10-12 mini-cupcakes)

1/2 chávena de chá de farinha de amêndoa

1/2 chávena de chá de farinha de alfarroba

5 colheres de sopa de manteiga de avelã

1 colher de café de bicarbonato de sódio

1 colher de café de fermento

1/2 colher de café de baunilha

3 ovos

3 colheres de sopa de açúcar de coco

1 colher de sopa de stevia granulada

3 colheres de sopa de cacau cru em pó

1/4 de chávena de chá de leite de avelã (ou outro que prefiram)

Para o chantilly (opcional): 5-6 morangos maduros + 4 colheres de sopa de água + 1 colher de sopa de xarope de agáve cru + 1/4 colher de café de baunilha + 1 lata de leite de coco gordo (refrigerada de um dia para outro)

Preparação:

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Coloque formas de papel num tabuleiro de mini-cupcakes e reserve.

Numa taça junte os ingredientes secos e misture-os bem com um fouet ou vara de claras. Reserve.

Noutra taça junte os ingredientes molhados e envolva tudo muito bem. Junte os ingredientes secos e vá incorporando, até conseguir uma mistura homogénea.

Com a ajuda de uma colher de gelado, ou outra que prefira, encha as formas até 3/4. Leve ao forno cerca de 20 minutos ou até fazer o teste do palito e este sair limpo. Retire do forno e deixe arrefecer completamente.

Para o chantilly (opcional), fatie os morangos e leve ao lume com a água e agáve (reserve umas fatias de morangos para decorar). Deixe levantar fervura, mexendo sempre, até formar um xarope doce e os morangos estarem quase desfeitos. Apague e reserve.

Retire da lata de leite de coco apenas a parte sólida e coloque numa taça. Bata as natas  de coco durante cerca de 3-4 minutos ou até se formarem picos. Adicione pouco a pouco a mistura dos morangos e a baunilha e bata mais 5 a 10 segundos no máximo, apenas para envolver tudo e ficar com uma mistura cor do rosa (se bater demasiado o chantilly vai quebrar).

Coloque a mistura num saco de pasteleiro ou saco hermético (corte a ponta do saco se necessário) e disponha o chantilly em cima dos cupcakes fazendo movimentos circulares. Decore com umas fatias de morangos e sirva de imediato.

Notas: o chantilly é uma cobertura que facilmente derrete, pelo que deve utilizá-lo apenas na altura de os servir (sugeria consumi-los no espaço de 30 minutos). Se após colocar o chantilly necessitar de os guardar mais uns minutos, sugiro colocá-los nos frigorífico (mas apenas por 10-15min.). Utilize ingredientes de origem biológica.

 

Anúncios

One thought on “Mini cupcakes de chocolate e avelã com chantilly de morango

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s