Zoodles com bolonhesa de lentilhas

IMG_4725[1]

Há receitas que convertem até os mais céticos. Esta é uma delas. É fresca, fácil de fazer e muito aromática e saborosa. Vegan e light, portanto é perfeita para o verão.

“Lentilhas?! A sério?! Eu não gosto de lentilhas…”, já ouvi esta frase mil vezes, sempre acompanhada de uma expressão facial pouco lisonjeadora e desconfiada. Mas a pergunta que coloco sempre é “Alguma vez experimentaste?”. A resposta é muitas vezes negativa e quando não o é limita-se a uma única experiência (que obviamente correu mal).

Já servi este prato em vários jantares cá em casa mas a prova de fogo foi no último evento de capoeira do meu grupo (não sabiam que eu pratico Capoeira? Leiam aqui). Quatro dias exaustivos de aulas de capoeira, rodas, danças, convívio, almoços e jantares para 150 pessoas. Foi necessário definir um menu e as respectivas opções vegetarianas (este ano contávamos com mais de 20 vegetarianos). Esta última parte ficou a meu cargo e para um dos almoços defino esta receita. “Lentilhas?”, oiço imediatamente. “Sim lentilhas”, afirmo. Continuámos mas percebi os olhares de dúvida que pairavam no ar…

No dia em questão, um domingo, começámos a preparar a receita enquanto o resto do pessoal fazia um passeio por Lisboa. Os meus amigos e preciosos ajudantes de cozinha não voltaram a questionar a opção, mas senti que ainda não estavam convencidos. O passeio atrasou-se, o almoço estava pronto e por isso aproveitámos para uma merecida pausa. Havia um pequeno páteo com flores donde víamos algumas hortas urbanas. Pusemos mesas e cadeiras lá fora e eu preparei 3 pratos desta receita. Não sei se foi da conversa, da companhia, da paisagem, do cansaço ou da comida. Talvez tenha sido a junção de todos aqueles factores, mas para mim foi um dos momentos mais inesquecíveis desse evento. Posso adiantar-vos que do almoço não sobrou pitada e houve várias repetições (inclusive de não vegetarianos).

Quando experimentamos algo novo, é importante prová-lo em diferentes sítios e com diferentes formas de confeção. No caso desta receita utilizo lentilhas vermelhas porque não precisam de ser demolhadas e facilita todo o processo. As lentilhas são ainda uma ótima fonte de proteína vegetal e por isso um aliado importante para quem opta por uma alimentação vegetariana ou vegan.

Espero que gostem!

PS- Esta receita é dedicada aos melhores ajudantes de cozinha do mundo, os meus companheiros de Capoeira. Sem vocês não tinha sido possível!

Ingredientes: (2 pessoas)

2 curgetes médias (ou 1 grande)

3/4 de chávena de chá de lentilhas vermelhas

1 e 1/2 chávena de chá de água quente

10 colheres de sopa de polpa de tomate*

1 colher de sopa de massa de pimentão*

3 colheres de sopa de cebola picada

1/4 colher de café de canela

1 colher de chá de xarope de ácer ou mel

1/2 colher de café de piri-piri moído (opcional)

1 fio de azeite virgem extra

flor de sal e pimenta preta em moinho a gosto

1 punhado de orégãos frescos

Preparação:

Lave as curgetes e transforme-as em esparguete com a ajuda de um espiralizador. Caso não possua um pode desfiar a curgete com a ajuda de um descascador de legumes, até a desfazer em fatias finas como folhas de papel (nesse caso não terá zoodles e sim uma espécie de pappardelle, mas o sabor será o mesmo). Reserve numa taça.

Num tacho ou wok refogue a cebola no azeite em lume médio, adicionando de seguida a polpa de tomate e massa de pimentão. Adicione as lentilhas e a água quente. Mexa e deixe apurar cerca de 5 min até parte da água ter evaporado. De seguida tempere com flor de sal e pimenta a gosto, canela, piri-piri (opcional) e xarope de ácer ou mel. Mexa e deixe apurar outros 5 min, até as lentilhas estarem al dente e o molho engrossar. Prove e ajuste os temperos se necessário.

Escorra a curgete que reservou na taça, dê-lhe alguns golpes (especialmente se optou pelos zoodles, caso contrário ficam demasiado compridos) e coloque-a em taças ou pratos de sopa. Disponha por cima a bolonhesa de lentilhas e adicione as folhas frescas de orégãos. Sirva.

Notas: utilize de preferência ingredientes biológicos.

*Pode utilizar polpa de tomate e massa de pimentão de compra, porém se o fizer escolha uma marca que utilize ingredientes naturais, ao invés de concentrados, e não tenha adição de sal ou outros componentes que podem alterar o sabor final da bolonhesa.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s