Hummus de batata-doce

 

Hummus batata doce 2

Sweet potato hummus – recipe in EN below

Hummus e batata-doce, como pode não resultar certo? É cremoso, delicioso e perfeito como entrada para uma festa ou snack para meio da tarde. Se nunca experimentaram é desta que se aventuram!

Sei que tenho estado um pouco mais ausente do que o habitual mas estas semanas têm sido muito intensas. Entre workshops, aulas, fotografias e muitos projetos que se avizinham, tem sido impossível arranjar tempo para colocar as receitas em dia aqui no blog.  Mas posso desvendar-vos um bocadinho do que ando a preparar, querem? Continuar a ler

Anúncios

Chips de Kale com soja e amêndoas

Chips Kale e amêndoas

O snack salgado, crocante e saudável que todos precisamos de conhecer. Low carb, fácil de fazer e surpreendentemente delicioso.

Quem diria que a couve kale pode ser a nossa melhor aliada quando nos apetece um snack salgado? Eu certamente não “apostaria nesse cavalo”… mas a culinária não deixa de nos surpreender. Sei que está muito na moda, mas não sou amante da couve kale. Aqueles batidos verdes que volta e meia vemos, com couve, espinafres, fruta, etc. logo pela manhã não são para mim. Sou muito suscetível à apresentação visual dos alimentos e se não é apelativo não resulta comigo.

É por esta razão que gosto muito de embelezar os meus pratos. Pode parecer-vos uma perda de tempo, mas para mim não é. Acho que é um ato de cuidado como qualquer outro: arranjar o cabelo, maquilhar-me, pintar as unhas, olhar-me ao espelho, enfim cuidar de mim. Há várias formas de cuidarmos de nós e claro que a minha favorita é a alimentação. Apesar de ser um cuidado interior, que não é visível por si só, é talvez o mais importante. Por isso preparar com carinho, amor e estética tudo o que como faz todo o sentido para mim. Continuar a ler

Crackers de alecrim

IMG_2696_Fotor

Crackers estaladiças feitas com apenas 4 ingredientes! Perfeitas para uma festa com os amigos ou como snack. Receita fácil, vegan e sem glúten.

Sempre que recebo amigos ou família deparo-me com um dilema: como arranjo uma alternativa ao pão para acompanhar as entradas? Seja hummus, queijos, patês ou qualquer outro molho, gosto de ter algo estaladiço para acompanhar. Muitas vezes opto por crudités (vegetais crus cortados em palitos por exemplo), mas outras apetece-me pão ou bolachinhas ou palitos de trigo, ou algo do género. Continuar a ler

Hummus de beterraba e menta

IMG_0999[1]

Este passou a ser o hummus preferido cá em casa. Não só pela cor maravilhosa como pelo sabor delicioso. E é tão fácil de fazer! Ora vejam.

Nunca fui apreciadora de beterraba. Gosto dela em saladas, ralada e com bastante vinagre, mas por si só não me entusiasma. Na verdade a única coisa que me fascina na beterraba é a cor e como a cozinha também é feita de cores, resolvi fazer experiências. Olhando para a foto decerto concordarão comigo quando digo que a experiência correu bem…:)

Continuar a ler

Couve-flor agridoce com molho de iogurte

IMG_4116[1]

Para os amantes das asinhas de frango, aqui fica uma opção vegetariana, feita no forno e bem deliciosa! São perfeitas para as “segundas sem carne” ou como entrada para um jantar descontraído.

Comecei a contar-vos no post anterior as minhas aventuras pela Namíbia, em especial as peripécias do nosso último safari. Se vos dissesse que houve apenas um ponto alto estaria a mentir porque toda a envolvência de um safari é por si só um êxtase e o episódio com o elefante deixou-nos a adrenalina em altas. Mas penso que o ex libris de qualquer safari são os grandes predadores, os leões. E nós estávamos a transbordar de entusiasmo com a esperança de os podermos ver. Continuar a ler

Hummus com crudités

IMG_4814[1]

Se querem uma entrada que faça sucesso e ao mesmo tempo seja saudável, então esta é perfeita! Podem fazer com antecedência e é vegan e sem glúten.

Na sexta-feira passada tive um jantar em casa de uma amiga minha aqui em Luanda. A casa dela tem uma vista soberba sobre a baía de Luanda, daquelas que apetece fotografar ou replicar em aguarelas para podermos olhar todos os dias. Dali vê-se tudo o que é bonito aqui em Luanda, especialmente de noite.

Para este jantar fiquei de levar uma entrada, mas os dias que antecederam não me deixaram muito tempo para nada elaborado. Para além disso, queria uma opção vegan e crua, exatamente para mostrar que o paté de atum, os salgados e as batatas fritas não são as últimas coca-colas do deserto. Há opções saudáveis que são tanto ou mais saborosas que estes clichés (e tão ou mais fáceis de fazer também).

Continuar a ler

Pappadamus no forno com ricotta e alecrim

IMG_4203[1]

Perdem-se por um snack estaladiço? Então esta receita é para vocês! O melhor de tudo? Faz-se em 5 minutos, ou até menos…

Bom, na verdade chamar a isto “receita” é um over statement porque trata-se apenas de juntar ingredientes pré-preparados. Porém, há dias em que não nos apetece fazer mais do que isso porque estamos cansados e sem paciência, ou pode também dar-se o caso de aparecerem uns quantos amigos lá por casa e não termos tempo útil para cozinhar. Para ambos os casos (mais do que válidos) este snack é perfeito!

Continuar a ler

Molho cremoso de beterraba

img_3606

Creamy roasted beetroot sauce (recipe in EN below)

Se gostam de beterraba vão adorar este molho. Ótimo para acompanhar tostas, sandes, vegetais ou até pratos de carne ou peixe. Muito fácil de fazer e com opção vegan ou sem lactose.

Há alimentos que me chamam a atenção pela cor mais do que pelo sabor. A beterraba é um caso desses para mim. Não sou a maior fã do sabor, mas tenho que dar a mão à palmatória no que toca ao efeito visual que cria nos pratos, porque é deslumbrante.

Num destes dias resolvi fazer experiências com beterraba e saiu este molho cremoso e rosa shock, que quase parece uma daquelas coberturas de cupcakes, carregada de corantes. Mas não é. É cem por cento natural e cem por cento mérito da mãe natureza (vá e um bocadinho meu por ter juntado os ingredientes).

Continuar a ler

Falafel no forno

img_3776

Esta é uma alternativa aos falafel originais, fritos em óleo. Mas nem por isso deixam de ser crocantes, saborosos e fáceis de fazer. Pita shoarma sim, mas com falafel saudável!

Quem nunca comeu pita shoarma ou não é deste planeta ou vive no mato. Sei obviamente que pode haver outras razões, mas estas são as duas que me ocorrem de momento dada a globalização desta fast food.

Há uns 10 ou 15 ano atrás (se bem me recordo) houve em Portugal o boom de um franchising israeloportuguês (sim o Joshua’s Shoarma foi criado em Portugal) e de repente havia lojas de pitas em cada esquina. Aqui por Angola as comunidades provenientes do médio oriente (especialmente a Libanesa) potenciaram o desenvolvimento da gastronomia. Prova disso é que no mais recente centro comercial da capital, um dos primeiros restaurantes a abrir foi o das pitas shoarma.

Continuar a ler

Tostas de arroz com abacate e ovos estrelados

img_35061

Isto é tão fácil de fazer que mal se pode chamar receita… Mas é delicioso! Perfeito para refeições rápidas e apenas com 3 ingredientes. Sem glúten ou lactose.

Sou por norma petisqueira. Adoro petiscos e especialmente aqueles que se fazem num piscar de olhos e com meia dúzia de ingredientes. Os meus favoritos são os que brincam com as texturas: o cremoso, o crocante, o estaladiço, o líquido e o sólido e todos os outros estados pelo meio. Se pensarem bem, os petiscos (falo dos bons claro!) são pequenas explosões de sabor e textura concentradas em pratos ou doses pequenas. Isto faz com que sejam perfeitos, porque podemos comê-los sem exagerar (muito).

Continuar a ler