Salada de couve massajada

Salada couve massajada

Easy pickled cabbage salad (VG & Raw) – recipe in EN below

Um acompanhamento colorido, fresco e delicioso, perfeito para os dias de calor que se avizinham. E ainda um pouco sobre a importância dos probióticos.

Acho que já vos falei do benefício dos pickles (ou qualquer outro alimento fermentado), mas nunca é demais relembrar. Um sistema digestivo equilibrado e saudável é imprescindível para o nosso bem estar, pois é através dele que nutrimos o nosso corpo e tem funções importantíssimas ao nível das defesas do nosso corpo. Não é à toa que chamam ao intestino o segundo cérebro e não é também à toa que muitas vezes ele é o primeiro a ressentir-se quando estamos em fases de maior stress, ansiedade, etc. (já todas/os sentimos isso, certo?) Continuar a ler

Anúncios

Puré de feijão branco

hummusdefeijacc83obranco

White bean purée – recipe in EN below

Procuram incluir mais leguminosas nas vossas refeições e não sabem como? Ora aqui está uma forma deliciosa. Falo ainda da importância de demolhar.

De uma forma geral perdemos o hábito de comprar as leguminosas secas e demolhá-las em casa. Queremos tudo mais rápido e prático, não queremos perder tempo com tarefas que nos parecem evitáveis e por isso cortamos caminho e compramos o feijão, grão, milho, ervilhas, etc. já cozidos e enlatados.

Ora isto é extremamente conveniente, sem dúvida (eu também compro de vez em quando). Porém tudo o que é industrializado está sujeito a processos de aceleração (às vezes pouco naturais) que muitas vezes desconhecemos, para além de certamente ter conservantes para durar muito mais tempo na prateleira. Já não falando da qualidade e sabor de leguminosas demolhadas em casa, em comparação com as de lata (sem comparação possível). Continuar a ler

Falafel no forno

img_3776

Esta é uma alternativa aos falafel originais, fritos em óleo. Mas nem por isso deixam de ser crocantes, saborosos e fáceis de fazer. Pita shoarma sim, mas com falafel saudável!

Quem nunca comeu pita shoarma ou não é deste planeta ou vive no mato. Sei obviamente que pode haver outras razões, mas estas são as duas que me ocorrem de momento dada a globalização desta fast food.

Há uns 10 ou 15 ano atrás (se bem me recordo) houve em Portugal o boom de um franchising israeloportuguês (sim o Joshua’s Shoarma foi criado em Portugal) e de repente havia lojas de pitas em cada esquina. Aqui por Angola as comunidades provenientes do médio oriente (especialmente a Libanesa) potenciaram o desenvolvimento da gastronomia. Prova disso é que no mais recente centro comercial da capital, um dos primeiros restaurantes a abrir foi o das pitas shoarma.

Continuar a ler

Batata-doce com molho de caju e paprika

img_2970

Este post é sobre comida de conforto. Aquela comida de inverno, perfeita para os dias de frio e para se partilhar em família, com quem mais gostamos. Vegan e sem glúten.

Quando vivemos algum tempo num país quente, como é o caso de Angola, em que na capital as temperaturas variam entre os vinte e poucos e trinta e muitos, por vezes sentimos falta do frio. Especialmente quando estamos constantemente a ser bombardeados com fotos, vídeos, posts e anúncios de campanhas de inverno, roupas grossas, bebidas quentes, casas aconchegantes, you name it.

Mas como diz o ditado, nada melhor do que não ter as coisas para lhes dar valor. Enquanto estive em Portugal não havia inverno que não me queixasse. Agora estou no calor e fazem-me falta alguns dias de inverno (reparem que disse “alguns dias” e não 6 meses de inverno!). Por isso nesta minha última visita, aproveitei ao máximo para fazer todos aqueles clichés dessa estação: bebi chá quentinho, comi castanhas assadas na rua, calcei botas, gorros, casacos de inverno e cachecóis. Só não comi pipocas a ver um filme enquanto chovia porque não choveu… Continuar a ler