Canja de cogumelos

CanjaCogumelos

Será possível fazer uma canja sem galinha? A resposta é sim. O segredo é o caldo de legumes e os cogumelos pleurotus. Faz-se em 15 minutos e é bem medicinal e deliciosa.

Acredito que se contam pelos dedos de uma mão os portugueses que nunca comeram uma canja de galinha. E acredito também que em outros tempos a canja era de facto um dos melhores remédios para quando se estava doente. Para além da componente nutritiva, o ingrediente secreto era sempre o amor e carinho que a nossa mãe, avó, pai, etc. incutiam na preparação da mesma.

Porém hoje em dia uma canja já não é o que era. Digo isto porque a maioria dos frangos ou galinhas que compramos nos supermercados receberam doses cavalares de medicamentos e hormonas nos aviários e acabamos por fazer uma canja que é tudo menos medicinal… É claro que há exceções. Todos temos aqueles avós, tios, bisavós, etc. “na terra” que criam galinhas a campo, com boa comida. Mas cada vez estes cenários são mais raros. Há por isso que arranjar alternativas e uma delas é esta.

O que vêem na fotografia são cogumelos pleurotus* (sim eu sei que parece galinha desfiada mas não é). E apesar do sabor e consistência serem bem diferentes do frango (pelo menos para mim), posso contar-vos que quando fiz esta canja o meu Pai não percebeu que não estava a comer carne! Como acredito que muitas vezes as pessoas não experimentam pratos vegetarianos por preconceito, gosto de fazer estas brincadeiras e não lhes digo o que estão a comer. E acreditem que há muitas surpresas (positivas claro)!!

Por isso, da próxima vez que quiserem fazer uma canja (para vocês ou para algum dos vossos) experimentem esta. Tenho certeza que vos vai reconfortar e encher de energia positiva.


Ingredientes:

150g de cogumelos pleurotus*

1 + 1/2 chávenas de chá (=cup) de caldo de legumes caseiro

3 chávenas de chá (=cup) de água

2 c. sopa de cebola picada

1/2 folha de louro

1 fio de azeite virgen extra

flor de sal a gosto

1 punhado de hortelã fresca (opcional)

Preparação:

Limpe os cogumelos com uma toalha ou lenço para retirar eventuais bocados de terra. De seguida parta-os ao meio, no sentido vertical, e desfie-os com a ajuda de um garfo. Utilize a totalidade do cogumelo, não descarte os pés pois esses são os que melhor desfiam.

Num tacho, em lume médio, aloure a cebola no azeite e de seguida adicione os cogumelos desfiados. Envolva e adicione o caldo de legumes e de seguida a água e a folha de louro. Deixe levantar fervura, tape e deixe ferver durante 15 minutos em lume brando. Nos últimos 5 minutos adicione o sal e introduza a hortelã em molho (para depois a poder retirar com mais facilidade, caso pretenda).

Prove uma última vez e ajuste o sal, se necessário. Apague, retire a hortelã e o louro (opcional) e sirva.

Nota: utilize de preferência ingredientes biológicos. O caldo de legumes que costumo utilizar para esta receita é à base de abóbora, brócolos e um pedaço de gengibre, porém poderá utilizar outro da sua preferência (considere no entanto que cada caldo terá influência no sabor final da canja).

*Cogumelos pleurotus eryngii

Fonte: wikipedia

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s