Salada de couve massajada

Salada couve massajada

Easy pickled cabbage salad (VG & Raw) – recipe in EN below

Um acompanhamento colorido, fresco e delicioso, perfeito para os dias de calor que se avizinham. E ainda um pouco sobre a importância dos probióticos.

Acho que já vos falei do benefício dos pickles (ou qualquer outro alimento fermentado), mas nunca é demais relembrar. Um sistema digestivo equilibrado e saudável é imprescindível para o nosso bem estar, pois é através dele que nutrimos o nosso corpo e tem funções importantíssimas ao nível das defesas do nosso corpo. Não é à toa que chamam ao intestino o segundo cérebro e não é também à toa que muitas vezes ele é o primeiro a ressentir-se quando estamos em fases de maior stress, ansiedade, etc. (já todas/os sentimos isso, certo?) Continuar a ler

Anúncios

Smoothie de manga e morangos

Smoothie manga e morango

2 Ingredient Mango & Strawberry Smoothie – recipe in EN below

Prepara-se em 5 minutos e leva apenas 2 ingredientes. Sem açúcar ou adoçante adicionados! Perfeito para estes dias quentes de verão que nos têm surpreendido.

No último domingo fiz um workshop diferente, numa festa de aniversário de crianças. Quando uns amigos me lançaram o desafio achei que ia ser uma experiência bem divertida e original. Houve quem duvidasse por saber que as crianças são extremamente exigentes e perdem a concentração facilmente, mas se houve coisa que estes quase 16 anos de capoeira me ensinaram (vários deles a dar aulas para crianças) é que qualquer atividade pode ser adaptada aos mais pequenos, desde que a tornemos divertida.

Continuar a ler

Trufas energéticas com 3 ingredientes

Trufas 3 ingredientes2

3 Ingredient energy truffles – recipe below in EN

Sabem aquele snack perfeito para meio da manhã ou para antes do ginásio? Aqui fica: leva apenas 3 ingredientes, 5 minutos e é muito fácil de fazer. Vegan, cruas e com opção sem glúten.

Às vezes na correria do dia a dia acabamos por facilitar e comprar snacks já preparados e/ou embalados. Frutos secos, fruta desidratada ou barras energéticas/de cereais, são talvez as opções mais comuns e ditas saudáveis. Mas a verdade é que para além de serem caras, muitas vezes o consumidor compra “gato por lebre”. Posso dizer-vos que 80 ou 90% das opções ditas saudáveis que aparecem nos supermercados são na verdade um engano… A grande maioria tem quantidades enormes de açúcar, que se esconde atrás de nomes como: glucose de milho, xarope de malte, dextrose, maltodextrina, entre outros. E mesmo os que indicam que são feitos a partir de fruta ou sumos de fruta, na verdade são feitos a partir de concentrados ou incluem aromas artificiais.

Continuar a ler

Refrescos de ananás e chá verde

IMG_1322[1]

Pineapple and green tea party floaters/popsicles – EN version below

Dias de calor pedem ideias refrescantes. Esta é uma delas! São ideais para ter no congelador e utilizar em festas ou para aquela merecida pausa relaxante no final do dia. Sem açúcar e 100% naturais.

Sabem aquela ideia  de que “em África está sempre calor e sol e nunca há dias cinzentos”? Bom…não é verdade. Neste momento vive-se por aqui o tempo de cacimbo, ou seja a estação fresca do ano (só há duas por estas bandas). O sol está de férias na Europa, o azul do céu nem se vê e as nuvens têm um tom cinza-arroxeado. Estão a ver o tempo típico de Londres? Cinzento, escuro, deprimente? É mais ou menos isso, embora com uma melhoria significativa: a temperatura é amena. E é assim durante quase 6 meses!

Continuar a ler

Hummus de beterraba e menta

IMG_0999[1]

Beet & mint hummus – recipe in EN below

Este passou a ser o hummus preferido cá em casa. Não só pela cor maravilhosa como pelo sabor delicioso. E é tão fácil de fazer! Ora vejam.

Nunca fui apreciadora de beterraba. Gosto dela em saladas, ralada e com bastante vinagre, mas por si só não me entusiasma. Na verdade a única coisa que me fascina na beterraba é a cor e como a cozinha também é feita de cores, resolvi fazer experiências. Olhando para a foto decerto concordarão comigo quando digo que a experiência correu bem…:)

Continuar a ler

Bombons de chocolate com recheio de coco e menta

IMG_5778[1]

Se gostam de after eight e bounty este é um feliz cruzamento entre os dois! São perfeitos para o verão porque guardam-se no frigorífico e a menta dá uma sensação de frescura ótima. Receita vegan e crua.

Eu adoro menta. Não sei se partilham desta minha preferência, mas desde miúda que adoro rebuçados de menta, gelado de menta, pastilhas de mentol, chocolates com recheio de menta, enfim. Aquela sensação de frescura que sentimos até ao umbigo quando trincamos uma folha de menta é viciante! Mas falo da verdadeira menta e não daquele corante verde com sabor altamente artificial que muitas vezes juntam aos gelados e afins… Esse passo bem sem.

Continuar a ler

Smoothie de goiaba com chantilly de coco

IMG_4180[1]

Esta é para celebrar o sol e os dias de praia em que apetece bebidas frescas e fruta a rodos! Um smoothie muito fácil de fazer, 100% natural e vegan.

A minha irmã Rita adora goiabas, acho que são o fruto preferido dela. Por isso cada vez que decide vir a Angola visitar-me, a pergunta “já há goiabas?” ecoa em todas as nossas conversas, com meses de antecedência… Este ano ela e o meu Pai vieram visitar-me no fim de Fevereiro e decidi preparar uma receita especial para “a mana cassula” (a mais nova).

No sábado preparei um pequeno almoço generoso (cheguei a partilhar no instagram, vejam aqui) e arrancámos cedo para fazer os quase 150km até Cabo Ledo. Passámos o Morro da Lua e a vista fantástica deste mar interminável, vimos os macacos a seguir à ponte do rio Kwanza, pouco depois o Parque Nacional da Quiçama e por fim a praia maravilhosa de Cabo Ledo.  A viagem faz-se bem e vale muito a pena a hora e meia de caminho. Não havia muita gente, o sol estava forte mas um vento aligeirava o calor e a água, apesar de ter tido dias mais quentes, estava no ponto ideal para refrescar. Passámos um dia ótimo, almoçámos sobre a praia e regressámos. A minha irmã e o meu pai estavam rejuvenescidos!

Continuar a ler

Hummus com crudités

IMG_4814[1]

Se querem uma entrada que faça sucesso e ao mesmo tempo seja saudável, então esta é perfeita! Podem fazer com antecedência e é vegan e sem glúten.

Na sexta-feira passada tive um jantar em casa de uma amiga minha aqui em Luanda. A casa dela tem uma vista soberba sobre a baía de Luanda, daquelas que apetece fotografar ou replicar em aguarelas para podermos olhar todos os dias. Dali vê-se tudo o que é bonito aqui em Luanda, especialmente de noite.

Para este jantar fiquei de levar uma entrada, mas os dias que antecederam não me deixaram muito tempo para nada elaborado. Para além disso, queria uma opção vegan e crua, exatamente para mostrar que o paté de atum, os salgados e as batatas fritas não são as últimas coca-colas do deserto. Há opções saudáveis que são tanto ou mais saborosas que estes clichés (e tão ou mais fáceis de fazer também).

Continuar a ler

Batido de mamão e açaí

img_3626

Se estão a precisar de um boost de energia e vitaminas, experimentem começar o dia com este batido. É delicioso, fácil de fazer e 100% natural!

Depois deste interregno de Natal e ano novo, estou de volta ao trabalho mas parece que uma molenguice extrema se apoderou de mim. Nunca fui um ser matinal, daqueles que acordam cheios de energia e super bem dispostos. Invejo sempre essas pessoas porque eu de manhã arrasto-me (literalmente). Sou assim desde miúda e já o aceitei, o madrugar não é para mim e preciso de pelo menos uma hora até estar disposta a articular qualquer palavra gentil. Por essa razão, tento tomar pequenos-almoços que me despertem e dêem energia. Este é um deles.

Continuar a ler

Guacamole tradicional

img_32351Fresco, saboroso, saudável e perfeito como entrada ou até para o pequeno almoço. Vegan, sem glúten e rico em óleos bons. E ainda por cima super fácil de fazer!

Quem nunca experimentou guacamole não sabe o que perde. Mas convém que sejam amantes de abacate (como eu), porque senão é quase garantido que não vão gostar…

Já gostava de abacate, mas desde que vim para Luanda passei utilizá-lo muito mais vezes do que quando estava em Lisboa. Para além de aqui ser baratissimo (porque há muita produção nacional), comecei a utilizá-lo como base para molhos, como substituto de manteiga para as torradas (vejam aqui), para dar corpo às saladas, enfim uso-o em toda a sua versatilidade.

Continuar a ler